Estressado?

Dores no corpo, memória falha, ganho de peso... Livre sua saúde de males como esses driblando as tensões do dia a dia

O ritmo da vida moderna deixa qualquer um desequilibrado.

São tantas tarefas e responsabilidades para dar conta que uma hora o corpo cansa da correria e da falta de tempo para cuidar de você mesmo. Uma coisa é certa – ele sente o baque das noites maldormidas, do estresse no trabalho, do sanduíche que você engole enquanto dirige porque pulou alguma refeição. Não só sente como se manifesta, desencadeando males que podem comprometer muito sua saúde. Por isso, nós estamos aqui para ajudar você a não cair nessa e encontrar uma válvula de escape para aliviar as tensões. Abaixo segue uma lista de onde o estresse moderno atinge o corpo e como lutar contra ele. Fique esperto!

70% Da população economicamente ativa no Brasil sofre alguma sequela de estresse

Fonte: International Stress Management Association no Brasil (ISMA-BR)

O ponto do estresse - a mente

"A secreção crônica de cortisol – hormônio do estresse – pode levar a pessoa à fadiga, ou seja, cansaço de alguma parte do corpo, como músculos e até o próprio cérebro", explica o neurologista André Gustavo Lima, membro da Academia Brasileira de Neurologia, do Rio de Janeiro. Preste atenção para não cair em um ciclo que pode provocar perda de memória e depressão.

A válvula de escape
O excesso de trabalho, a pressão do chefe, a falta de grana... Esses são problemas clássicos que resultam em estresse. "Uma alternativa para liberar a tensão é praticar atividades físicas aeróbicas, de preferência ao ar livre."

O ponto do estresse - o coração

O estresse crônico – de longa data, como quando você carrega uma dívida há meses no banco – contribui para ataques do coração, assim como o estresse agudo, aquele que vem quando algo que você não esperava acontece de repente. Pesquisadores da Universidade de Western Ontario (Canadá) coletaram amostras de fios de cabelo de mais de cem homens, sendo que metade deles já havia sido hospitalizada por ataques cardíacos, e descobriram que o nível de cortisol nos folículos era maior nesses pacientes.

A válvula de escape

Inspire-se nos líderes. Melhor: trabalhe com calma e afinco para se tonar um deles. A Escola de Negócios da Universidade de Columbia (EUA) realizou uma pesquisa na qual os participantes foram designados como líderes ou subordinados. Metade das pessoas em ambos os grupos foram convidadas a contar uma mentira qualquer. Os subordinados que tiveram que mentir apresentaram níveis elevados de cortisol – hormônio do estresse. Mas os que estavam na posição de líder e também mentiram não apresentaram sinais de estresse, sugerindo que, mesmo em situações estressantes (obrigados a mentir), as pessoas que têm poder e controle sentem pouca ou nenhuma ansiedade.

O ponto do estresse - o DNA

Uma enxurrada de hormônios do estresse 24 horas por dia pode encurtar os telômeros – estruturas genéticas que protegem as extremidades dos cromossomos. Quando os mesmo se tornam muito curtos, a vida da célula chega ao fim: ela não consegue mais se multiplicar.

A válvula de escape

Um estudo recente da Universidade Harvard (EUA) descobriu que a resposta fisiológica à meditação e aos exercícios de respiração pode neutralizar os danos celulares causados pelo estresse.

O ponto do estresse - o sistema nervoso

Quando você está estressado, hormônios inundam o corpo e começam a alterar várias estruturas. A liberação dos mesmos leva à contração da musculatura, e a adrenalina descarregada na corrente sanguínea acelera os batimentos cardíacos e a respiração. "Quando isso acontece, o corpo sofre inúmeros sintomas. O psicossomático reflete na pressão alta, ansiedade, insônia, dores de cabeça, úlcera do aparelho digestivo etc. Como consequência da energia gasta nesse processo, o sistema imunológico é enfraquecido, causando diversos prejuízos para o organismo como um todo", explica o neurologista André Gustavo Lima.

A válvula de escape

Reveja seu estilo de vida. "É importante saber conviver com as pessoas em harmonia, desenvolver o gosto por alguma atividade física, cultivar pensamentos positivos. Meditação e ioga podem ser uma boa maneira de levar uma vida equilibrada."

O ponto do estresse - os músculos

Tensão no pescoço e nas costas causada por estresse, além de longos dias debruçado sobre o computador, podem resultar em dores musculares.

A válvula de escape

Alongue-se. "É importante fazer pausas durante o trabalho. A ginástica laboral é fundamental para aliviar o corpo – alongue braços e pernas como um movimento de espreguiçar e preste atenção na respiração, inspirando e expirando por cerca de dois minutos. A automassagem nos ombros também ajuda a aliviar o estresse", explica Lucia Helena Accioli Nunes, médica do trabalho do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, em São Paulo.

O ponto do estresse - o organismo

O estresse pode alterar a velocidade como o corpo processa gordura, levando-o a armazená-la no abdome. Mais: ele também pode aumentar a acidez no estômago e refletir no funcionamento do intestino.

A válvula de escape

Ria mais e pratique ioga. Estudos já demonstraram a capacidade da ioga de aliviar o estresse e diminuir a pressão arterial. Relatórios apresentados no Colégio Americano de Medicina Esportiva também apontaram que rir faz bem – pessoas que assistiram a comédias tiveram os vasos sanguíneos mais flexíveis e melhoraram o fluxo de sangue por mais de 24 horas após rirem.


Por Jeff Csatari e Maria Carolina Balro

Fonte: Men's Health

Cadastre seu e-mail e receba as atualizações do Vida Suave!

#Meditação com os 72 Anjos Cabalísticos

Prev Next

Vida Suave: Portal dirigido as pessoas que buscam um estilo de vida saudável